Coaching de Vida com Abordagem Psicodinâmica

Coaching de Vida com Abordagem Psicodinâmica

Em cada um de nós há um impulso inerente em direção a sermos competentes e capazes quanto o que estamos aptos a ser biologicamente, sugere o psicólogo Carl Rogers.

Assim como uma planta tenta tornar-se saudável, como uma semente contém dentro de si o impulso para se tornar uma árvore, também uma pessoa é impelida a se tornar uma pessoa total, completa e auto-realizada.

“É este impulso que é evidente em toda a vida humana e orgânica – expandir-se, estender-se, tornar-se autônomo, desenvolver-se, amadurecer – a tendência a expressar e ativar todas as capacidade do organismo na medida em que tal ativação valoriza o organismo ou o self”(Carl Rogers).

Mas o impulso em direção à saúde não é uma força esmagadora que supera obstáculos ao longo da vida; pelo contrário, é facilmente embotado, distorcido e reprimido… Nestes momentos, o processo de coaching pode ser uma ferramenta fundamental para ajudá-lo a ser tornar a pessoa que você quer ser.

O coaching é a arte de facilitar o desempenhoaprendizado e desenvolvimento de outra pessoa (Myles Downey, School of Coaching).

Indicações de Coaching Pessoal

  • Processos de mudança
  • Equilíbrio de vida pessoal e profissional.
  • Encontrar o propósito, a missão e a visão.
  • Viver as bases internas de um ser humano, potenciando-as.
  • Superação de momentos difíceis, de crise, obstáculos e desafios.
  • Manejo adequado e efetivo do dinheiro.
  • Melhora de habilidades.
  • Manejo das relações a todos os níveis.
  • Entender e utilizar efetivamente as emoções.
  • Aumento da felicidade e procura de sentido.

Ferramenta utilizada no coaching

DiSC

Utilizada já há mais de 38 anos e por mais de 48 milhões de pessoas, DiSC® é uma ferramenta de avaliação comportamental que leva as pessoas a uma melhor compreensão do comportamento próprio e do dos outros.

Através do DiSC® é possível conhecer fortalezas, necessidades de desenvolvimento e, de maneira geral, ampliar a percepção acerca de si mesmo, do que, porque e como fazemos.

Baseado nas investigações do professor William Moulton Marston, o modelo combina as quatro tendências básicas do comportamento, a saber:

D Dominância: Comportamento orientado a ação, rápida solução de problemas, tomada de decisões e assumir riscos.
I Influência: Comportamento orientado para pessoas, relações interperssoais, com tendência a utilizar táticas de persuasão.
S EStabilidade: Comportamento orientado a  colaboração, manter o equilíbrio e a harmonia em um ambiente seguro.
C Cauteloso: Comportamento orientado a investigação de dados e informação, a precisão e a qualidade do desempenho próprio e alheio.